Camisetas Femininas Ecologicas em Devorê

insta-seguir2

Saí Andorinha, macho [Tersina viridis]

Ouça seu canto















Anda sempre em bandos e se alimenta de insetos e frutos, sendo um grande apreciador dos frutinhos de magnólia. Foi notado que no verão alimenta-se mais de insetos e no inverno de frutos. Nidifica em troncos de árvores ou buracos em barrancos, sendo capaz de cavar o solo para fazer o ninho. O nome popular veio do fato de parecer-se com uma andorinha, principalmente pela cauda bifurcada, ao perseguir insetos em vôo. A espécie apresenta dimorfismo sexual: o macho apresenta cor azul e a fêmea é verde.
Alimentação: frutos e insetos cuja proporção varia com a época do ano. O fruto grande é preso entre as maxilas e, com movimentos do bico, a polpa carnosa é retirada e engolida.
Nidificação: encontrar o local onde será construído o ninho é responsabilidade do macho que, em vôo característico, assinala-o à fêmea. A construção é no interior de um túnel horizontal de até 2 m de profundidade, com 6 a 10 cm de diâmetro na entrada, utilizando também cavidades escavadas por seres humanos ou outras espécies de aves. Nestes locais, a fêmea elabora uma taça rasa revestida por finas fibras de palmeiras e nela põe 3 ovos brancos, que incuba durante 13 a 17 dias.
Hábitat: matas ciliares, borda de matas, parques e jardins.
Tamanho aproximado: 17 cm.
Para alguns ornitólogos esta espécie pertence à família Tersinidae.

Fonte: HOFLING, E. e ALMEIDA, H. F., "Aves do Campus", EDUSP, 1995.
fonte(audio):xeno-canto
foto:Dimas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sejam bem vindos!
Deixe seus comentários e sugestões
Obrigado!!!

"O direito, legalizado, de alguém criar pássaros para serem criados em gaiolas, seja para deleite ou preservação, não suplanta o meu de desejar ver todos eles livres."
[AluiZio Derizans]