Siriema [Cariama cristata]

>>>Mais fotos<<<
Ouça seus cantos














Ave das mais conhecidas do centro-oeste brasileiro, embora também ocorra em outras regiões. Habita os campos e cerrados da região, entrando no Pantanal através das áreas menos inundadas. Vive aos casais, sendo mais facilmente escutada do que observada. Seus gritos, seja de uma ave solitária, seja de um casal em dueto, são altos e longos. Parecem longas risadas, as quais vão acelerando-se e aumentando de tom à medida que a ave repete o canto. Pode permanecer gritando por vários minutos a fio.
De hábitos terrestres, empoleira para dormir em árvores isoladas ou no cerrado. Constrói um ninho de gravetos, a pequena altura do chão, forrando o interior com folhas e lama. Choca 2 ovos, entre 24 e 30 dias, cabendo essa tarefa à fêmea, principalmente. O filhote nasce com uma penugem amarronzada, fina e longa na cabeça. Depois de duas semanas, abandona o ninho com os pais, levando cerca de 4 a 5 meses para adquirir a plumagem de adulto, cuja cor dominante é o cinza. Barriga mais clara, quase branca. Na cabeça, destaca-se o tufo de penas longas e eriçadas da testa, formando um tipo de coroa. Uma larga faixa clara, superciliar, faz contraste com o tom azulado da pele ao redor dos olhos e o bico, vermelho. As longas pernas são avermelhadas ou laranjas.
Mesmo perseguida dificilmente levanta vôo, preferindo correr do perigo. Alcança 50km/h em distâncias curtas. Cansada, voa pequenos trechos antes de pousar e voltar a correr. Ao voar, destacam-se as faixas claras e escuras de asas e cauda.
Sua alimentação é semelhante a um gavião, comendo desde insetos até pequenos vertebrados. Mata as presas com o bico, uma vez que os dedos são relativamente pequenos e sem garras. Uma presa maior é desmembrada, pisando sobre ela e retirando pedaços com o bico poderoso. Graças ao hábito de comer cobras, é protegida pelos fazendeiros e sitiantes. Pode ficar acostumada à presença humana e freqüentar os jardins das casas.


Fonte(texto)(site):avespantanal
(audio):xeno-canto
(foto):Dimas, tirada em São Luiz do Paraitinga, SP

9 comentários:

  1. Sabem dizer-me como faço para adquirir filhotes ou ovos de siriema para repovoar a minha fazenda?

    ResponderExcluir
  2. nossa esse passar e maravilhoso adoro ouvir seu canto ele me tras lembranças e muito bom

    ResponderExcluir
  3. No meu sítio tem algumas, elas vem beber agua na bebedouro das vacas e vagam bem perto da casa comendo insetos no meio das laranjeiras são lindas e tem um canto duetado bem interesante
    abraços

    ResponderExcluir
  4. Que tipo de alimento pode oferecer para as Seriemas?
    Vejo sempre três perto do meu terreno,e gostaria de alimentá-las, para continuarem por lá.

    ResponderExcluir
  5. bom dia, sou policial ambiental em goias e vi uma siriema branca, albina, queria saber se isso e raro?

    ResponderExcluir
  6. email: santosjunior_adv@hotmail.com

    junio santos

    ResponderExcluir
  7. Como posso saber se o exemplar que tenho é um macho ou fêmea?

    ResponderExcluir
  8. Como posso conseguir filhotes e/ou ovos desta ave,.....?

    ResponderExcluir

Sejam bem vindos!
Deixe seus comentários e sugestões
Obrigado!!!

"O direito, legalizado, de alguém criar pássaros para serem criados em gaiolas, seja para deleite ou preservação, não suplanta o meu de desejar ver todos eles livres."
[AluiZio Derizans]